Opinião "Uma Semana Para te Amar" de Monica Murphy

By : Vera Neves
Temporária. É a palavra que melhor descreve a minha vida nos últimos anos. Sou a mãe temporária do meu irmão mais novo, já que, aparentemente, a nossa mãe não quer saber de nós. Tenho um trabalho temporário num bar, pelo menos até conseguir arranjar outra coisa. E sou a namorada temporária que todos os rapazes querem ter, porque me deixo seduzir facilmente. Ou, pelo menos, é o que dizem os rumores.
Sou neste momento a namorada temporária do Drew Callahan, lenda da equipa de futebol da universidade e de quem toda a gente gosta. Ele precisava de alguém que fingisse ser sua namorada durante uma semana. Em troca de dinheiro. Muito dinheiro.
Levou-me para o seu mundo falso, onde toda a gente me detesta e onde toda a gente quer alguma coisa dele. Mas a única coisa que o Drew parece querer sou eu.
Já não sei em que acreditar. Tudo o que eu sei é que o Drew parece precisar muito de mim. E eu quero estar lá para ele. Para sempre.

*Pode Conter Spoilers*

Gostava de ter dado as cinco estrelas a este livro, mas o facto é que EU QUERIA MAIS!! Mais do Drew, mais da Fable e mais daquele amor que foi nascendo de uma forma tão natural e tão intensa que o coração até batia mais rápido.
Quero agradecer à TopSeller a oportunidade que me deu de ler este pequeno grande livro, que me arrebatou por completo.
Drew e Fable são dois jovens adultos, ambos com os seus traumas e ambos com os seus problemas que, naquela idade, não são de todo normais. Ele tem 21 anos e ela tem 20. Ajudou imenso eles não serem adolescentes com as hormonas aos saltos. Sabem já o que querem da vida, aceitam as suas responsabilidades e, no caso de Fable, as responsabilidades de outros. Como é mencionado na sinopse, Fable praticamente é temporária em tudo na sua vida. Tem trabalhos temporários para cobrir os horários de outros funcionários, é mãe temporária do próprio irmão uma vez que a mãe "a sério" de mãe tem muito pouco. 
Fable obrigou-se a ser o suporte da família, ainda mais por causa do irmão. Anda sempre enrascada sem dinheiro e a proposta de Drew cai-lhe do céu como chuva no deserto. Falando em Drew, seria de esperar que ele fosse o típico desportista de universidade, cheio de carisma e pelo qual todas as miúdas se babam. De facto, é mesmo isso que ele é. No entanto, a única coisa que ele quer é ser deixado em paz. Pelo pai, pela madrasta e pelas recordações más que ele passou desde que a irmã morreu, e até mesmo anteriores a este acontecimento tão triste. Não estarei a "spoilar" ninguém ao dizer que Fable foi a única maneira que ele arranjou de driblar os pais. Levando-a com ele na semana de Acção de Graças e fazê-la sua namorada a fingir. Faz-lhe a proposta e paga-lhe uma boa quantia para ela não ter como recusar.
É a partir daí que entre eles nasce uma relação de cumplicidade, talvez por ambos serem pessoas tão sofridas e tão traumatizadas. Nasce uma relação de dependência um pelo outro que dificilmente seria ultrapassada caso se separassem. Fable torna-se o Porto Seguro de Drew apenas por garantir-lhe estar lá por ele, quando ele precisasse dela. Entre os dois nasce um amor repleto de incertezas, angústias, infortúnios e azares. Não preciso de dizer que quando eles os dois estão juntos o mundo parece que vai desabar porque são tantos os conflitos interiores que cada um deles tem que se torna difícil aceitar o amor de outra pessoa.
Gostei imenso de como a escrita da autora é leve e fluída. Descreve-nos as emoções, os pensamentos e tudo o mais que rodeia as personagens de uma maneira que não suscita qualquer dúvida. É a chamada escrita de leitura rápida. Li o livro num ápice e só não o li numa tarde apenas porque tenho de trabalhar e dividir o meu tempo com outras responsabilidades diárias.
Um livro que me agarrou desde a primeira página, muito também pela maneira como a sua história é contada. Não é um único narrador e sim dois: Drew e Fable alternam a narrativa dos acontecimentos de acordo com o que vai acontecendo e ajuda muito a perceber o que cada um deles sente em cada ocasião, em cada confronto e em cada momento mais difícil. No final fiquei de coração destroçado, mas aguardo com ansiedade pelo segundo volume, de modo que possa recuperar rapidamente :)

TopSeller, por favor não demorem a publicar o segundo volume!!

ASA "Ligeiramente Escandalosa"de Mary Balogh

By : Vera Neves
LIGEIRAMENTE ESCANDALOSA
de Mary Balogh

Entre o choque e a admiração, a alta sociedade não se cansa de especular sobre a origem de uma relação tão enigmática, excessiva, e ligeiramente escandalosa…
Crescer no seio da família Bedwyn não é tarefa fácil; que o diga a jovem Freyja Bedwyn. Tendo passado a infância rodeada por quatro rapazes, habituou-se desde cedo a igualá-los em ousadia e independência. Mas o atrevimento – tolerável numa menina - é considerado inaceitável numa mulher.
Quando, a meio de uma viagem a Bath, o quarto em que Freyja está hospedada é invadido por um atraente fugitivo, a jovem não tem meias-medidas e esmurra-o. Ele é Joshua Moore, o petulante marquês de Hallmere. Nessa noite mal adivinham que, dias depois, estarão… noivos. Para duas pessoas que anseiam por liberdade e parecem detestar-se, esta reviravolta é, no mínimo, inexplicável.

A Autora
Mary Balogh, Autora premiada e presença constante nas listas de bestsellers do New York Times, cresceu em Gales, terra de mar e montanhas, músicas e lendas. Ela levou consigo a música e uma imaginação vívida quando se mudou para o Canadá. Aí iniciou uma auspiciosa carreira como autora de livros com finais felizes e que celebram o poder do amor. Os seus romances históricos venderam já mais de 4 milhões de exemplares em todo o mundo. Na ASA estão já publicados Uma Noite de Amor, Um Verão Inesquecível e Ligeiramente Casados.


NASCENTE: A impressionante história de um menino de seis anos

By : Vera Neves
Pela mão de um menino de seis anos, entre pelas portas do universo celestial e descubra o lugar onde todos iremos viver um dia.


Em Novembro de 2004, o pequeno Alex Malarkey, de seis anos, sofreu um acidente terrível quando viajava no banco de trás do carro conduzido pelo seu pai. O impacto da colisão foi de tal modo grave que, embora tenha sobrevivido a uma paragem cardíaca, Alex entrou em coma. Quando acordou, ao fim de dois meses, tinha uma história impressionante para contar.


O Menino que Voltou do Céu revela-lhe a viagem mais invulgar que alguém pode fazer: a experiência de Alex desde o momento do acidente, a perda de consciência, a estada no hospital e a sua jornada de ascensão ao Céu. Alex Malarkey foi, também, a primeira criança no mundo a quem foi feita a «cirurgia Christopher Reeve», que lhe permite respirar sem um ventilador.
Conduzido por anjos que o ajudaram a atravessar os portões celestiais, Alex dá-nos a conhecer algumas das conversas que teve com Deus, bem como muitos pormenores sobre um universo que escapa por inteiro à nossa percepção sensorial. Um relato impressionante sobre a vida no Além, repleta de anjos e milagres.

A Nascente disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui
Um documentário de 50 minutos (tradução brasileira) está disponível, aqui.


Kevin Malarkey é um cristão terapeuta com grande prática de aconselhamento psicológico. Licenciou-se e fez várias graduações no seu estado natal do Ohio, nos EUA. A sua formação académica inclui estudos de psicologia clínica, avaliação psicológica e aconselhamento familiar. Kevin desenvolveu também uma grande experiência em programas educacionais, avaliando distúrbios psicológicos e dando aconselhamento aos jovens e respetivas famílias. Kevin e a sua mulher, Beth, são pais de quatro filhos (Alex, Aaron, Gracie, e Ryan).
Gostam de passar o tempo juntos, fazendo jogos ou passeios lúdicos. Quanto ao seu filho Alex, com quem escreveu O Menino que Voltou do Céu, confessa simplesmente que nem sempre sabe lidar com a sua dimensão sobrenatural. 
Alex Malarkey é a primeira criança no mundo a quem foi feita a «cirurgia Christopher Reeve», que lhe permite respirar sem um ventilador. O menino que voltou do Céu acredita que um dia vai conseguir andar sozinho novamente. É um grande fã de desporto e torce avidamente pelas suas equipas preferidas de futebol americano, os Pittsburgh Steelers e os Ohio State Buckeyes.


Opinião "Como Seduzir um Duque" Ally Broadfield (Versão PT)

By : Vera Neves

A espirituosa Catherine Malboeuf acaba de chegar em Inglaterra para recuperar o seu lar ancestral, Walsley Manor, e uma herança valiosa. 
Nicholas Adair, o Duque atraente e frustrantemente inflexível de Boulstridge, no entanto, não está disposto a vender a propriedade de volta para Catherine. A não ser, é claro, que ela aceite e vença uma pequena aposta ...
Nick vai vender Walsley Manor se, e somente se, Catherine assegurar uma oferta de casamento de um membro elegível da Sociedade Londrina antes do final da temporada.
Claro, Nick está certo que vai ganhar. Afinal, nenhum cavalheiro jamais iria se casar com uma mulher que esconde um facão em suas saias. No entanto, alguma coisa sobre a disposição não convencional de Catherine parece inflamar uma necessidade profunda dentro dele. Uma necessidade que não só vai lhe custar a aposta, mas o próprio coração, o qual ele jurou nunca dar ...

Este é o primeiro livro em que a minha opinião foi publicada em Inglês e, em seguida, em Português. Isso ocorre porque o ebook foi-me enviado para leitura e posterior publicação da opinião directamente pela Entangled, uma vez que o livro será lançado apenas a 08 de Dezembro no estrangeiro.

Vamos falar sobre o livro? Vamos!

Primeiro de tudo, eu tenho que dizer que "eu gostei muito" é um eufemismo. As personagens, o enredo, locais, descrições e o facto de que é um período de romance adorável, só ajudou a que eu gostasse muito. Enquanto eu estava a ler, eu ia descobrindo muitas semelhanças com outra escritora que eu adoro: Julia Quinn. 

Eu não sei se estou certa ou não, mas o que tenho a certeza é que o tipo de escrita que esta autora, Ally, adoptou, agarrou-me a partir da primeira frase, no Prólogo.

As personagens? Elas são engraçadas, inteligente, sensíveis e muito intensas. Catherine é a personagem principal, bem como o Duque de Boulstridge, Nick. Estes são os dois que formam o par romântico e são o principal motivo de eu ter gostado tanto desta história *deliciosa*. Catherine tem origens inglesas e desde criança sempre sonhou em voltar a Londres e conhecer Wasley Mannor, a mansão que pertenceu à família de sua mãe. No entanto, as paredes de Wasley Mannor escondem um tesouro - Uma tiara de diamantes que foi oferecida à sua bisavó materna. A questão é que ninguém sabe onde ela estava escondida. No entanto, Wasley Mannor já não pertence à família de sua mãe, mas a Nick, o Duque taciturno e misterioso de Boulstridge. Como de costume, ele é um homem atraente e carismático e não demorou muito até Catherine perceber que sentia algo por ele, mesmo que tenha sido apenas pelas borboletas que sentia cada vez que ela o via.
Entre a invasão à biblioteca de Nick, cometida por Catherine no primeiro dia em que chegou a Inglaterra, e o aparecimento de uma aposta entre eles os dois, muita coisa irá acontecer. Tentativas de sequestro, roubos e assaltos estarão esperando por Catherine. A tiara que ela tanto procura, também é procurada por alguém que permanecerá na escuridão até o fim. 
Eu adorei o clima de sedução sempre presente em cada encontro que os dois tiveram, embora eles muito tivessem resistido um ao outro no início, ainda mais porque Catherine era a filha de um suposto pirata.
Os bailes sucessivos a que Catherine foi e dançou com o duque? OMG! Deve ser o sonho de todas as mulheres. Eu adoro bailes, os cenários da corte, os ambientes e tradições dos tempos ducais.
Eu podia estar aqui o dia todo a falar sobre a história e os personagens e tudo o mais que faz parte deste livro, mas seria desvendar muito e eu não quero ser acusado de Spoiler! :D

Quando o livro sair para o mercado e vocês tiverem a oportunidade de adquiri-lo, não hesitem! Você vão ter uma surpresa muito agradável, como eu também tive!


Review "How to Beguile a Duke" - Ally Broadfield

By : Vera Neves
How to Beguile a Duke

The spirited Catherine Malboeuf has just arrived in England to reclaim her ancestral home, Walsley Manor, and a valuable missing heirloom. Nicholas Adair, the attractive and frustratingly inflexible Duke of Boulstridge, however, is quite unwilling to sell the estate back to Catherine. Unless, of course, she accepts a small wager...
Nick will sell Walsley Manor if—and only if—Catherine secures an offer of marriage from an eligible member of the ton before the end of the London season.
Of course, Nick is certain he'll win. After all, no proper gentleman would ever marry a woman who conceals a cutlass in her skirts. Yet something about Catherine's unconventional disposition seems to ignite a need deep inside him. A need that won't just cost him the wager, but the very heart he swore to never give away...

This is the first book where the review will be published first in English and then in Portuguese. This is because the ebook was sent to me for reading and subsequent publication of opinion directly by Entangled, since the book will be released by the 8th of December.

Let's talk about the book? Let's go!
First of all, I have to say that "I liked it a lot" is an understatement. The characters, the plot, locations, descriptions and the fact that it is a period of romance only helped that I liked it so much. While I was reading, I was discovering many similarities with another writer that I love: Julia Quinn. I do not know if I'm right or not, but what is certain is that the kind of writing that this author, Ally, adopted grabbed me from the first sentence in the Prologue.
The characters? They are funny, smart, sensitive and very intense. Catherine is the main character as well as the Duke of Boulstridge, Nick. These are the two that make up the romantic couple and they are the main reason that I have enjoyed this *delicious*story so much. Catherine has English origins and since childhood always dreamed of returning to London and meet Wasley Mannor, the mansion that once belonged to her mother’s family. However, the walls of Wasley Mannor hide a treasure - A tiara that was given to her maternal great-grandmother. The point is that no one knows where it was hidden. However, Wasley Mannor no longer belongs to the family of his mother, but to Nick, the taciturn and mysterious Duke of Boulstridge. As usual, he is an attractive and charismatic man and did not take long until Catherine realized that she felt something for him, even if only by the butterflies she felt every time she saw him. 
Between an invasion of his library made by Catherine on the first day she arrived to England and the appearance of a bet between them, a lot will happen. Abduction attempts, robberies and assaults will be waiting for Catherine. The tiara she so demands, is also sought after by someone else who can until the end remain in the dark.
I loved the climate of seduction always present at each meeting the two of them had, although they do not could withstand at first, even more because Catherine was the daughter of a supposed pirate.
The successive balls where Catherine went and danced with the Duke? OMG! It must be every woman’s dream. I love balls, the court scenarios and that surroundings and traditions of the ducal times.
I could be here all day talking about the history and characters and everything else that is part of this book, but would unravel too much and I do not want to be accused of spoiler! :D

When the book comes out to the market and you have the opportunity to acquire it, do not hesitate! You will have a very pleasant surprise, as I also had!

- Copyright © Sinfonia dos Livros - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -