Escangalhar a cena 1x por semana

Não percam a nova rubrica semanal, na qual vou partir a loiça toda!

Agora na minha estante

Vejam as minhas mais recentes aquisições!

Autores Nacionais

Uma rubrica na qual divulgo autores portugueses, os seus trabalhos, apresentações e outras curiosidades. Ora espreitem no menu Literatura!

Cantinho Ternurento

Vejam a minha loja de artesanato em destaque. Marcadores e capas de livros, quadros e bordados, pregadeiras e muito mais. Façam a vossa encomenda!

Filmes, Séries e Música

Uma rubrica na qual irei partilhar os filmes, séries e músicas que gosto. Ora espreitem no menu.

15/04/2014

Quem é... Laura Karvell?

Quem é Laura Karvell?

Laura Karvell esteve sempre ligada à promoção e divulgação, por diversos meios, da língua portuguesa. Formada em ensino de Português, inicia a sua carreira profissional em Coimbra, Portugal, cidade esta, perto do lugar de origem da autora. Após alguns anos a trabalhar como professora de Português, procura novos desafios e ruma à aventura para Joanesburgo, na África do Sul, onde retoma o ensino da língua materna em diversas instituições a cargo do Estado Português. Foi nesta altura da sua vida, que se estreia como empresária de sucesso, com a fundação da primeira escola particular na cidade de Joanesburgo, especializada no ensino da língua portuguesa. Mais tarde, continuando a apostar na divulgação da língua, aceita proposta de ingresso na direcção de publicidade e tradução do maior jornal português da África do Sul na altura. Após longos anos fora do seu país natal e realizados os seus propósitos profissionais, decide regressar a Portugal onde passa a coordenar eventos de cariz social e cultural. A escrita esteve sempre presente na vida da autora e eis que chegou o momento propício para partilhar com o mundo, todo um arsenal de talento substanciado, quer por uma criatividade extraordinária, quer por experiências existenciais vividas pela autora, fora do comum. Actualmente, vive em Cascais, Portugal.

Opinião "Acredita e Vencerás" de Laura Karvell

21538209


Acredita e Vencerás, acompanha o percurso, por vezes atribulado, do Doutor Manuel, que saiu menino da sua aldeia em Trás-os-Montes, rumo a Coimbra para estudar medicina. Passados vários anos, regressa a casa, homem feito. Naquele local pacato, onde aparentemente nada de novo acontece, experimenta, pela primeira vez, viver o que julga ser o grande amor da sua vida! Mas o destino trata de lhe colocar inúmeros entraves à sua realização plena e, mostra-lhe que, por vezes, a vida dá muitas voltas até alcançarmos o que desejamos. O que é preciso é nunca desistir.

História com um desfecho gratificante, desenrolada no Portugal dos anos sessenta, o leitor é transportado a uma realidade bem diferente dos dias de hoje. Apesar disto, através dos vários acontecimentos, ora tumultuosos, ora caricatos, é levado a perceber que a força humana do amor e do crer é, de facto, intemporal.


*Contem Spoilers*

Antes de mais nada, aproveito para "avisar" de que o título não tem muito que ver com o que é contado ao longo de 338 páginas. "Acredita e Vencerás" dá-nos a ideia de que se trata de um livro de auto-ajuda ou assim. Admito que estava um pouco (bastante) receosa em começar a ler e sentir-me entediada. Cada vez mais me convenço de que o título de um livro pode mesmo induzir-nos em erro e fazer com que não tenhamos qualquer interesse em ler o que está por dentro. Sou sincera quando digo que se não me tivessem disponibilizado este exemplar para leitura, provavelmente eu não o teria comprado para ler. Adiante, este livro é, nada mais nada menos do que a história, conturbada, essencialmente de Manuel, Suzana, Rita e Tony. Quatro jovens na flor da idade que em certa altura da vida descobrem-se apaixonados. No inicio, pensava tratar-se de uma paixão entre Manuel e Rita, no entanto, aparece Suzana e Rita deixa de ter qualquer hipótese com o jovem doutor transmontano, formado na nossa querida Coimbra. Manuel e Suzana conhecem-se na pacata aldeia de Flores (Trás os Montes) e apaixonam-se. Contudo, Suzana havia saído de um relacionamento e encontrava-se confusa, pelo que acaba as férias mais cedo e regressa a Lisboa, de onde não manda qualquer noticia a Manuel por mais de um ano. Não é preciso dizer que Manuel ficou de coração partido, sem no entanto perder a esperança de um dia a reencontrar. No ano em que não se viram, Manuel regressou a Coimbra para começar o Estágio no Hospital da Universidade. A intenção era tentar arranjar lugar num hospital de Lisboa, para poder procurar a sua amada. Contudo, só mais de um ano depois de começar o estágio é que Manuel teve a oportunidade de ir para um hospital privado em Lisboa. Se no inicio ele estava ansioso por ir para Lisboa, passados todos aqueles meses, o amor que tinha a Coimbra quase que falava mais alto. Mas, o desafio falou mais alto e Manuel resolve ir para Lisboa trabalhar. Por sua vez, Rita, uma das empregadas da família de Manuel, enamorada por ele desde criança, tendo a noção de que o coração de Manuel não lhe pertencia, resolve trancar aquele amor no fundo do seu coração, abrindo-o a outras possíveis paixões. Numa bela noite, sonha com o seu casamento, mas o noivo não era Manuel e sim um jovem alto e loiro que lhe sorria ternamente. Até com o vestido sonhou, o que mais tarde viria a ser de grande ajuda. Algumas semanas depois, conhece Tony, neto da mulher que a criou desde pequena ali na Quinta Grande (Herdade da família de Manuel) e filho de emigrantes que há muitos anos tinham ido para França. Não leva muito tempo até resolverem casar-se.
 Após muitas atribulações, Manuel reencontra Suzana e mais uma vez trocam juras de amor e resolvem casar-se. Temos assim, no final, dois casamentos na Quinta Grande. No dia 24 de Dezembro temos o de Manuel e Suzana e no dia 25 de Dezembro temos o de Rita e de Tony.
Agora que já resumi o livro, sim eu tenho a noção de que não fiz mais do que um resumo, vou dizer-vos porque gostei deste livro. Sou açoriana, mas tenho muito orgulho nos lugares que já tive o prazer de conhecer em Portugal Continental. Neste livro, são referidos lugares dos quais gosto imenso. Fui muitas vezes a Coimbra e ter tido a oportunidade de conhecer um pouco mais de Coimbra no Portugal dos anos sessenta, fez-me sentir alguma nostalgia, até porque já não vou a Coimbra há imenso tempo. No livro é referida uma Pastelaria Centenária que fica situada na Baixa de Lisboa, Rossio... Falo da Pastelaria "Suíça" que tive o prazer de conhecer não tem muitos dias. É uma sensação muito boa lermos sobre algo e termos a noção de já lá estivemos e que conhecemos tal sítio. Fez-me soltar um sorriso cheio de recordações. Além disso, e embora não conheça ainda a parte Sul do país, a Zona Centro/Norte é para mim de uma estima enorme. Adorei ler sobre sítios que até há uns anos atrás eu apenas conhecia de nome e que agora tenho o prazer de conhecer pessoalmente. 
Em relação às personagens, devo dizer que as minhas preferidas foram a Rita e o Tony. Por serem pessoas humildes e sentirem um amor tão grande um pelo outro. Quanto a Manuel e a Suzana, não gostei lá muito da amada de Manuel. Sendo filha única, era mimada e intransigente, não gostando que lhe fossem contra as suas ideias e opiniões. Achei-a algo arrogante, apesar de se notar muito bem o amor sincero que sentia por Manuel. 
Para quem sente alguma reticência em ler este livro, por causa do título, faça como eu: Esqueça o título e deixe-se levar pelo nosso Portugal e as suas lindas tradições e gentes tradicionais. Sabe tão bem sairmos, por vezes, das "modernices" e das tecnologias de hoje em dia e deixarmo-nos levar pelo que era prática comum há muitos anos atrás, no tempo em que os nossos pais eram crianças e os nossos avós, pessoas cheias de genica e de força.

Recomendo


12/04/2014

Passatempo "Livro do Dia e da Noite" de Sandra Carreiros

Este passatempo surge através da própria autora Sandra Carreiros, que num belo dia veio pedir-me apoio na divulgação do seu livro recém-editado.

É um passatempo que conta única e exclusivamente com o apoio da autora e da Chiado Editora que disponibilizou 1 (um) exemplar para sorteio.

Junto com o livro, o Sinfonia dos Livros também quer dar o seu contributo e a quem sair o livro será também premiado com um marcador "Hand-Made".


17281816"A verdade é que ela existe, vive num mundo próprio e pertence a um só um povo. E eu adorei conhecê-lo (apesar dos perigos que corri) e fiz amigos verdadeiros, que é impossível algum dia esquecer. No fundo, sou uma sortuda por ser uma humana que pode conhecer este mundo fantástico e cativante. Mas carrego o seu destino por ser a única que sabe ler olivro do Dia e da Noite. Humanos, aigmas, elfos e duendes de certa forma dependem de mim! Recordo-me de alguém dizer algo do género: “Quanto maior é o teu poder, maior é tua responsabilidade!” Sempre concordei com esta frase, e agora assino-a. No Mundo dos Homens, o meu poder é o dinheiro. Com ele tento fazer justiça e ajudar quem mais precisa. Enquanto, no Mundo da Magia sei ler uma escrita antiga que me enaltece, dando-me todo o poder para conquistar os dois Mundos. Por sua vez, este poder pode tirar-me a vida."

Para se poderem habilitar a receber estes livros só têm de fazer o seguinte: 

1) Ser seguidor do blog Sinfonia dos Livros

2) Clicarem "Gosto" na página do Facebook do Sinfonia dos Livros e da página do livro "Livro do Dia e da Noite".

3) Partilharem o passatempo no vosso Facebook e/ou blog e deixar o link de partilha (não é obrigatório mas ganham uma entrada extra).

4) Preencher correctamente o Formulário abaixo.

5) O passatempo decorre a partir de hoje até às 23h59 (horas continentais) do dia 30 de Abril de 2014.

6) O vencedor será sorteado aleatoriamente, através do random.org, de entre aqueles que cumprirem com o estipulado, sendo o anúncio feito na página do facebook do Sinfonia dos Livros, para o email do/a vencedor/a e também no blog.

7) Cada pessoa só pode concorrer em seu nome uma (1) vez.

8) Por motivos logísticos só serão aceites participações de residentes em Portugal e ilhas do Arquipélago dos Açores e da Madeira.

9) O Sinfonia dos Livros não se responsabiliza por extravios.


11/04/2014

43ª Maratona - Especial Páscoa



E cá estamos para mais uma maratona!
Desta vez será uma maratona quinzenal. Começa dia 12 de Abril e vai até dia 27 do mesmo.

Já sabem muito importante, após o término da maratona têm 72h para deixar os vossos resultados e livros que contenham mais imagens do que texto não podem ser contabilizados para a maratona – para ser uma competição mais justa. 
NÃO se esqueçam de indicar a que equipa pertencem quando colocarem os resultados! ;)
Esta maratona terá outra vez uma desafio OPCIONAL para celebrar a Páscoa. Como estamos numa época de doces, o desafio consiste em ler um livro que tenha ou no título ou na capa um doce de qualquer género.

Desta vez fiquei na equipa da Mafi! Vamos ver se consigo ajudar a que seja uma equipa vencedora!

Vai Team Mafi!

08/04/2014

Opinião - Laços de Vida de Debbie Macomber

Durante anos, o objetivo de vida de Libby Morgan foi tornar-se sócio-gerente da conhecida e competitiva firma de advogados onde trabalha. Para tal sacrificou tudo – amizades, casamento e o sonho de criar uma família. Quando finalmente é chamada à administração, Libby mal contém a sua felicidade, mas não está preparada para a notícia que irá receber: face às dificuldades económicas, Libby é despedida.Sem perspetivas de trabalho, Libby aproveita para cuidar das amizades que descurou. Assim, enquanto retoma velhos hábitos, passa a frequentar uma loja de malhas local onde nutrirá amizades que lhe mudarão a vida. É ali que conhecerá a doce e sensível Lydia, a proprietária da loja e a sua espirituosa filha adolescente, Casey; bem como a melhor amiga desta, Ava, uma jovem muito tímida e ingénua, que carrega um segredo que não ousa contar a ninguém. Não tardará que Libby considere aquela loja a sua segunda casa e aquelas mulheres inspiradoras a sua nova família. Consegue mesmo encontrar o amor na figura de um médico enigmático conhecido por doutor Coração de Pedra.Mas quando tudo finalmente se parece recompor, Libby é confrontada com uma fantástica oferta de trabalho que, caso aceite, poderá ameaçar a felicidade pessoal conquistada há tão pouco tempo. Que opção escolher quando os dois mundos são tão incompatíveis?

------------------------------------------------------------




Desde já agradeço à Porto Editora por me ter dado a hipótese de ler esse livro maravilhoso, delicioso se me permitem.
Bastou ler apenas um livro de Debbie Macomber para que ela se tornasse, imediatamente, uma das minhas autoras preferidas. 
Neste livro ( o nono da série, mas o primeiro publicado em Portugal pela PE) conhecemos Libby. Uma advogada de sucesso que perdeu a mãe demasiadamente jovem e que por isso, entregou-se ao trabalho, fazendo com que perdesse o seu casamento e deixasse, praticamente de ter vida fora do escritório. No entanto, apesar de ser uma jovem muito promissora e que tem o objectivo de se tornar uma das sócias na empresa onde trabalha, vê-se sem qualquer aviso prévio, desempregada, sem marido, sem filhos e sem amigos. Neste ponto da história de Libby, alguma coisa me dizia que ela ainda de haveria de sofrer grandes mudanças e grandes transformações ao longo daquele período de desemprego e solidão. Após muitas recusas de emprego, Libby cai em desespero e decide dar o chamado "murro na mesa" começando por mudar alguns parâmetros que sempre definiram a sua maneira de viver. Toma a decisão de começar a frequentar um ginásio todos os dias, uma vez que os primeiros quatro meses de desemprego a tinham feito ganhar algum peso extra. Decide recomeçar uma antiga amizade com uma ex-colega, Robin, também ela advogada e também ela divorciada por conta do excesso de trabalho. Libby consegue convencer a amiga de que também ela precisa de ir ao ginásio, quanto mais não fosse para não ir sozinha, o que achava deprimente. 
Nesta linha de pensamento, Libby resolve entrar numa retrosaria com a amiga e lá conhece Lidy (a dona da loja) e a sua filha Casey. Conhece também a doce Ava, que será uma das grandes responsáveis pela maneira como passará a ver toda a sua vida passada, presente e futura. Ava é amiga de Casey, tem 13 anos e é orfã de pai e mãe. É através destas três personagens que Libby se vê enredada numa nova vida. Numa vida que ela nunca imaginaria ser a sua. Torna-se voluntária no departamento de recém nascidos do hospital da zona e é lá que conhece Phillip Stone, o pediatra/obstectra que é conhecido como "Dr. Coração de Pedra". Nesta altura já são tantas as mudanças na vida de Libby que rapidamente ela tem a noção de tudo o que havia perdido até aquele dia. Perdeu o marido, perdeu a hipótese de ter filhos, perdeu o emprego e agora, com uma nova oportunidade de emprego, corria o risco de perder tudo o que havia conseguido até ali. Amigos, relações, namorado, uma vida preenchida com tudo o que de bom a vida tem para dar.
Uma coisa (entre várias) que aprecio em Debbie Macomber, é a simplicidade das suas personagens. Nada de rainhas do drama. São personagens que sofreram, por alguma razão específica, mas que ainda assim, não se deixaram abater por isso. Se caem, levantam-se e voltam novamente à luta. Nada de personagens deprimentes e que em vez de nos fazer sonhar e viver novas vidas, só nos conseguem deprimir ainda mais. A minha personagem preferida nesta história foi Phillip Stone, o médico coração de pedra que se apaixona por Libby e faz com que ela não se perca novamente nas teias da solidão e do trabalho. Um homem terno, responsável e cuidadoso, levando sempre em conta o que Libby deseja e não o que o seu corpo pede.
De leitura rápida e leve, as páginas escritas por Debbie Macomber aproximam-nos das personagens como se de amigas nossas se tratassem. Vemo-nos preocupadas e a pensar em alternativas para resolver um problema que tenha aparecido, como se aquela personagem fosse realidade.
Esta história ensina-nos a que devemos sempre tirar o melhor que a vida tem para nos oferecer. Amizade, Amor, Alegria e acima de tudo uma grande vontade de viver e de viver para os outros.

Recomendo vivamente!